Portugal: uma achado em Óbidos e uma noite de fados e bacalhau em Odivelas

Padrão

Este slideshow necessita de JavaScript.

Óbidos é destino obrigatório em Portugal, a cidadezinha fortificada, que você conhece pelo alto, andando por suas muralhas e se encantando com as casinhas e igrejas, com datas que variam entre 1100 e poucos a 1500 e poucos.

É famosa também pela Ginja, um licor adocicado, servido dentro de copinhos de chocolate, feito de… ginja. Minha pergunta para a senhora atrás do balcão: “Ginja é uma cereja?”. A resposta dela: “Ginja é ginja”. Sim, uma fruta similar à cereja.

Aí, depois de andar por toda a muralha e entrar em cada igrejinha, por volta de 13h30, parei para dar uma olhada num cardápio na porta de um pequenino restaurante, que tentava convencer os passantes a subirem para o primeiro andar e experimentar um almoço:

Achei o cardápio bem interessante e vi que já tinha recebido indicação do Guia Michelin. Subi os dois lances de escada para experimentar:

Sardinhas assadas no azeite com pimentões sobre broa de milho também levada ao forno com azeite para ficar crocante. Uma das coisas mais sensacionais que provei em Portugal e custou só 3,50 euros.

Torrada com queijo chevre derretido com mel (3,50 euros)

E a melhor alheira que comi em Portugal: recheada com vários tipos de carne (coelho, porco etc.) e frita, servida com verduras refogadas (6 euros).

Foi uma das melhores refeições que fiz em toda a viagem e gastei 39 euros para duas pessoas com vinho. Achar lugares escondidos, do nada, sem recomendações prévias e sair de lá absolutamente feliz é a melhor parte sempre… Ah, e o fato de ser no andar superior tem uma boa explicação: sentada na mesa, dá para ter uma linda vista da cidade.

A outra descoberta foi uma indicação de amigos portugueses. Mas essa também eu jamais chegaria lá sozinha. O Forno da Cidade fica em Odivelas, cidade pertinho de Lisboa, quase uma periferia. Por isso, o restaurante é só frequentado por locais, não tem turistas. É um restaurante para a família, com mesas grandes. Durante o dia, é uma padaria e confeitaria. Ao lado, o proprietário tem também um açougue. E uma adega com rótulos bem interessantes de vinhos. Mas funciona principalmente como restaurante. E uma vez por mês, no jantar, tem apresentação ao vivo de fado.

Estive lá no dia do aniversário da escola de fados, com direito a apresentações de fadistas de 15 a 70 anos.

O jantar começou com um caldo verde clássico, com linguiça defumada. E pataniscas

E tinham duas escolhas para prato principal: um leitão ao forno

E um autêntico bacalhau à lagareiro com brócolis e batatas aos murros, generosamente regado de azeite e maravilhoso

O jantar com vinho saiu em torno de 40 euros por pessoa.

Restaurante Alcaide: rua Direita, N.º 60, Óbidos, Portugal. Tel.: 262 959 220.
O Forno da Cidade: avenida Amália Rodrigues, 5, Odivelas, Portugal. Tel.: 21 9344770.

Por Alessandra Blanco/Blog comidinhas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s